quarta-feira, 15 de Junho de 2011

quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

SALMÃO COM COGUMELOS E NOZES

Até que enfim que esta receita sai à cena, pois já estava anunciada há alguns dias e a Anna já andava curiosa para saber como era... querida Anna, não é nada de especial, é apenas e só mais uma das minhas invenções baseadas no que tinha em casa. Mas que ficou delicioso, lá isso ficou...
Com lombos de salmão descongelados, sem saber como os confeccionar, e com uma cesta de nozes em cima da bancada, havia que improvisar, certo?
Vejam só o que saíu:
2 lombos de salmão
200gr de cogumelos frescos
miolo de 12 nozes
2 dentes de alho
margarina
1 pacote de natas
sal, pimenta e noz moscada

Levar os cogumelos cortados em quartos a saltear em margarina com os dentes de alho.
Juntar os lombos de salmão cortados em cubos e deixar ao lume até que o salmão esteja cozinhado, temperando com sal, pimenta e noz moscada.
No final adicionar as natas e o miolo de noz, deixando cozinhar até obter um molho cremoso.
Servir com marcarrão, polvilhando a massa com queijo ralado.
Eu disse-vos que não era nada de especial... mas ficou um prato bonito, não ficou?

sábado, 9 de Janeiro de 2010

MINI-FOLHADOS DE SALSICHA

Embora o Dia de Reis tenha sido na passada quarta-feira, hoje celebra-se em Vila do Bispo a Festa dos Reis, organizada e protagonizada pelas crianças e respectivas catequistas dos grupos de catequese das paróquias RVBS (Raposeira, Vila do Bispo e Sagres).
A festa vai contar com momentos musicais, teatros, etc, com a participação de todos os grupos de crianças, desde os mais pequeninos aos mais velhos.
Infelizmente estou a trabalhar e não poderei assistir, mas como a seguir à festa vai haver um lanche convívio, preparei estes mini-folhados para a Risonha Júnior levar, pois é um petisco sempre muito apreciado por míudos e graúdos.
Por serem tão fáceis de confeccionar praticamente dispensam receita, mas cá vai:
1 placa de massa folhada rectangular (as do Lidl são perfeitas)
2 latas de salsichas
leite q.b.

Cortar rectângulos de massa folhada à largura da salsicha, enrolar prendendo bem na junção e, depois de enrolada, cortar a salsicha em 3 partes. Repetir o processo até se acabarem os ingredientes.
Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal, pincelar cada folhado com um pouco de leite e levar ao forno, pré-aquecido a 200º, durante 15 minutos.
Deixar arrefecer, empratar e servir.
Notas:
* pode deixar-se as salsichas inteiras, obtendo desta forma folhados maiores, mas para festas este tamanho é ideal
* pode-se pincelar com gema de ovo batido, mas o leite dá o mesmo efeito "dourado" e é muito mais saudável, pois a gema de ovo é muito rica em colesterol

terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

LICOR BAILEYS

Mais uma receita preparada no Natal - desta vez não é doce nem salgado, mas sim uma bebida para acompanhar os doces da época.
Conhecem o licor "Baileys" que se compra em garrafas? Pois bem, este licor é caseiro, faz-se em cinco minutos e fica igualzinho ao de compra.
Já o tinha feito por diversas vezes mas entretanto perdi a receita, até que
a encontrei no blog da Romy.
Esta garrafa foi feita especialmente para oferecer à minha madrinha Andréia, mas eu sei que ficou muito bom, porque o cálice que está na foto fui eu que o bebi... rsrsrs... tinha que provar antes de oferecer, certo?
1 lata de leite condensado
1 lata de whisky
1 colher de chá de café instantâneo
1 colher de chá de chocolate em pó

Coloca-se dentro de uma garrafa a lata de leite condensado, a mesma medida de whisky, o café e o chocolate em pó.
Agita-se tudo muito bem de modo a envolver os ingredientes e está pronto a servir.
NOTA: para não ficar tão espesso pode colocar-se mais um pouco de whisky, depende do gosto de cada um. O meu tem a mesma medida de whisky do que de leite condensado.
Se o líquido ficar depositado no fundo basta agitar bem antes de servir.

quinta-feira, 24 de Dezembro de 2009

DOCE SUCESSO

Para dar fim a uma embalagem de palitos La Reine que andava na despensa, pesquisei num dos muitos livros que tenho em casa e encontrei esta receita no "Livro Doce da Nestlé", um livro que já tenho desde os meus tempos de solteira e que raramente consulto.
Pus mãos à obra, fiz algumas alterações à receita original (mudei o sabor da gelatina e acrescentei café) e preparei esta sobremesa que irá estar presente esta noite na mesa da consoada.
1 lata de leite condensado
200gr de palitos La Reine
4dl de leite
4 gemas
2 colheres de sobremesa de Maizena
1 colher de sobremesa de café solúvel
2dl de natas
2 colheres de sopa de açucar
casca de meio limão
pêssegos em calda q.b.
2 pacotes de gelatina de pêssego

Num pirex disponha os palitos La Reine de modo a tapar o fundo.
Leve ao lume numa caçarola o leite condensado, o café, metade do leite e a casca do limão até ferver, mexendo sempre.
À parte junte o restante leite, as gemas e maizena, incorporando bem.
Junte o leite fervido à mistura e leve novamente ao lume até engrossar ligeiramente. Deite o creme ainda quente sobre os palitos La Reine e deixe arrefecer.
Prepare a gelatina, no dia anterior, conforme as instruções da embalagem. Pique-a e coloque-a por cima do preparado anterior.
Bata bem as natas com o açucar até ficarem consistentes, coloque por cima da gelatina e decore a gosto com pêssego em calda e com mais alguns palitos La Reine.
Sirva bem fresco.
Desejo a todos os meus visitantes e amigos um Natal cheio de alegria, paz e saúde.
Que esta época seja de festa e celebração - devemos festejar o nascimento do menino Jesus, aquele que nasceu para nos ensinar a ser felizes e que, por nos amar tanto, morreu na cruz para nos salvar.
Pensemos no Natal como época de alegria por ter nascido O Salvador e não como uma época de consumismo.
FESTAS FELIZES PARA TODOS!!!

sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

CREME DE ABÓBORA COM CÔCO

Abóbora lembra-me sempre a quadra natalícia. É um legume muito usado nesta época do ano em fritos, sonhos, filhoses, etc.
Mas. embora estejamos com o Natal à porta, a abóbora hoje apresenta-se numa sopa de sabor exótico e muito original... a receita foi retirada da revista "Saúde à Mesa" do passado mês de Novembro.
Se quiserem uma sopa cremosa, encorpada e de sabor diferente têm mesmo que experimentar...
1 cebola
1 alho francês
250gr de curgette
400gr de abóbora
2 cenouras
1l de caldo de legumes
2dl de leite de côco
1 colher de café de sal
côco fresco ralado
coentros picados para decorar

Descasque e pique grosseiramente a cebola e o alho francês. Descasque e corte as curgettes, a abóbora e as cenouras em pedaços.
Leve ao lume, juntamente com o caldo de legumes e deixe cozer durante 25 minutos.
Depois, retire a sopa do lume e triture-a. Adicione o leite de côco, envolva bem e deixe cozinhar mais um pouco. Rectifique o sal e sirva de seguida, decorada com o côco fresco ralado e os coentros picados.
Informação Nutricional da revista "Saúde à Mesa":
Ingredientes para 6 pessoas
Calorias por dose: 198 Kcal
Interesse Nutricional: A abóbora é um vegetal pouco calórico, com elevadas quantidades de Provitamina A e C e minerais como o cobre e o zinco.

quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

POLVO EM ÁGUA-PÉ

Mais uma oferta de polvos que chegou à minha casa... mais uma refeição preparada com este "bicharoco" que nós tanto gostamos.
Primeiro que tudo congelei os polvos - nunca cozinho polvos frescos - se os congelarmos, ficam sempre mais tenros durante a sua confecção.
Depois entendi que me apetecia fazer o polvo de uma maneira simples, sem grandes complicações, sem muitos ingredientes e de maneira saudável.
Percorri as revistas que tenho em casa e encontrei esta receita que me agradou - o engraçado é que o nome é "Polvo com água-pé" mas leva apenas vinho, e não a dita água-pé.
Será que o autor da revista se enganou??? Não sei... o que sei dizer é que fica delicioso.
2 polvos (com cerca de 1kg cada)
0,5dl de azeite
2 dentes de alho
1 cravinho
1,5dl de vinho tinto
sal q.b.

Arranje o polvo e lave-o muito bem. Coloque-o num tacho com o azeite, os dentes de alho picadinhos, o cravinho e o vinho tinto.
Tape e deixe cozer em lume brando até estar tenro.
Depois de cozinhado sirva acompanhado de legumes cozidos.
Eu não vos disse que era muito fácil de fazer? E podem ter a certeza que o polvo fica muito tenrinho e com um sabor delicioso.
Uma bela sugestão para as mesas de Natal.